header_img

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Vai que cola...

Estava eu andando numa feira de fabricantes de produtos, no qual tinha um lançamento meu, quando andando pelos stands me deparei com uma situação muito esquisita.

Uma empresa ao qual eu havia apresentado umas ideias em 2011, estava lançando as minhas ideas, sem eu saber, na época me falaram que não iam lançar, que já tinham outros produtos a serem lançados e blá blá blá.

Eu passei pelo stand e estranhei os produtos, pensei comigo "eu conheço esses produtos", continuei andando e tentando lembrar se eu havia desenhado ou não, por sorte ou não, eu ando com minha tablet com todos os produtos desenvolvidos, e tava lá a ideia.

Voltei no stand e a mesma pessoa ao qual apresentei as ideias me abordou assim que pisei lá dentro, apontei meu dedinho pros produtos e falei:

- Essa ideia é minha - disse o japonês
- Eu acho que não - disse a fabricante
- Sim eu apresentei pra vocês!
- Não eu não me lembro dessa ideia, olha que tenho todos os e-mails guardados.
- Eu tambem e essa ideia é minha.
- Você tem certeza? olha direito, veja nos seus e-mails...
- Olha aqui! - disse o japonês mostrando a tablet com a ideia
- Hum, me manda um e-mail na segunda, vamos conversar e resolver...

Aí eu fiquei me perguntando e se eu não fosse na feira? Como as pessoas fazem isso na maior cara de pau?!?

A empresa se prontificou de dar todos devidos créditos pelo design do produto, assinar contrato de royalties, enviar tabela de preços... Ou seja, fui até a feira pra 1 lançamento  e voltei com 2!

Vai a dica para todos que estão começando, essas coisas acontecem, estamos sujeitos a essas situações, não só com design mas em tudo que nos cerca, procurem se proteger, nem falo de fazer registro de Desenho Industrial no INPI, mas deixem salvo histórico de e-mails e conversas, tenham um aplicativo de gravador no celular pra gravar conversas, nesse caso eu apresentei as ideias pessoalmente, mas tambem enviei as apresentações por e-mail e recebi e-mail de confirmação! e eu tenho tudo salvo, para essas situações.

Felizmente, eu tinha tudo guardado, tinha como provar que apresentei aquelas ideias para a fabricante e a que tudo indica vai ser tudo acertado e resolvido, mas podia ser diferente, eu podia não ter um histórico, podia ter apresentado somente presencial, sem registro de e-mail, não tendo como provar, e aí?

A melhor arma contra os copiadores é ser mais esperto que eles...

é meu... vai que cola...      
      

.