header_img

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Livros: Design do dia-a-dia / Design Emocional

Aí vai duas indicações muito legais de livros, que na verdade quem me indicou como "leitura obrigatória" foi o Fábio Righetto da Domus Design, escritório aqui de SP, em uma entrevista que fiz lá.

São Design do dia-a-dia e Design Emocional do Donald A. Norman, aconselho a ler os dois e nessa sequência.

No primeiro o autor faz diversas analogias a produtos e seus design, com a premissa de que forma segue a função, se um usuário não sabe como usar o produto ou o produto não faz bem sua função é considerado um design ruim.
Já no segundo livro o autor muda um pouco de idéia e assume que quem leu seu primeiro livro e o seguir a risca pode desenhar produtos funcionais mas não necessariamente atraentes. E passa a analisar produtos com relação a emoção criada pelo design, produtos que não são tão funcionais mas que tem um design diferenciado tem um vinculo emocional entre produto e consumidor, DESEJO, muitas vezes maior do que os produtos funcionais.

Abaixo as sinopses dos livros

Design do dia-a-dia
Donald A. Norman
Por que alguns produtos satisfazem os consumidores, enquanto outros os deixam completamente frustrados? Em 'O design do dia-a-dia', o especialista em usabilidade Donald A. Norman analisa essa questão, mostrando que a dificuldade em manipular certos produtos e entender seu funcionamento não é causada pela incapacidade do usuário, mas sim por uma falha no design do que foi fabricado. Para o autor, design é mais do que dar uma bela aparência a alguma coisa - é um ato de comunicação, que transmite a essência da operação do objeto e implica o conhecimento do público para o qual ele foi criado. O livro apresenta quatro princípios fundamentais do design - modelos conceituais; feedback ou retorno de informações; restrições; e affordances. Ao longo dos capítulos, Donald A. Norman dá exemplos de produtos adequados e inadequados, além de mostrar de que forma o excesso de tecnologia pode comprometer a facilidade de utilização do que foi fabricado. Ele também ressalta a importância do poder de observação. Sabendo olhar com atenção a si mesma e aos outros, cada pessoa se torna capaz de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população em geral. As dicas, análises e considerações reunidas neste livro tornam sua leitura interessante não só para quem trabalha com a fabricação de produtos, mas para todos nós, que diariamente temos que lidar com as engenhocas criadas por nossos semelhantes.

Design Emocional
Donald A. Norman
Partindo do princípio dos três tipos de design - o visceral, o comportamental e o reflexivo -, o Donald A. Norman define o que é o 'Design emocional' - que intitula o livro -, estética que nos repulsa ou atrai a determinado produto. Utilizando exemplos que fazem parte do dia-a-dia da maioria das pessoas, como a interação com computadores, a produção e o uso de fotografias e os objetos comprados em viagens, o autor explora a grande dúvida que aflige as pessoas - saber se as coisas bonitas realmente funcionam melhor do que as feias.

.