header_img

terça-feira, 30 de março de 2010

Não é fácil...

Resolvi escrever este post após ler outro escrito pelo colega Rafael Morgan, aproveitando para contar um pouco da minha experiência.
Eu sou técnico mecânico, cursei engenharia mecânica por dois anos, e trabalhei na área (departamento de engenharia) por cerca de 10 anos. Pois é demorei "um pouco" para perceber, por um misto de comodismo e medo que estava no lugar errado. O que me consola é observar que existem pessoas que vêem a vida toda passar sem perceber isso, e que nenhuma experiência deve ser descartada. Pelo contrário, minha experiência em projetos mecânicos por muitas vezes me ajuda (em algumas me limita um pouco, serei sincero). O importante é que após alguma reflexão decidi largar tudo e cursar Desenho Industrial. Obviamente não foi de uma hora para outra, cursei e paguei a minha faculdade ainda trabalhando como projetista mecânico, porém após me graduar larguei meu emprego (seis anos na última empresa) e resolvi que iria me aventurar pelo design de produto, há dois anos. E digo, não está sendo nem um pouco fácil. Nem um pouco mesmo. Minha vida virou de pernas para o ar e eu que tinha a segurança de emprego não sei como vai ser o mês que vem, ou a semana que vem, ou amanhã, mas ainda estou vivo. Apesar disso não voltaria a fazer o que eu fazia antes, pois sei que não chegaria a lugar nenhum do mesmo jeito. Eu não tinha paixão pelo que eu fazia. Ou melhor, eu mal suportava levantar da cama todos os dias. E tinha dias que eu não o fazia.
Portanto eu não sei como vai ser o meu futuro, mas se depender de mim (e de fato depende) serei designer de produto ou morrerei tentando. E se você acha que poderia estar "bem de vida" em outra profissão, também diria que é meio caminho para você estar na profissão errada atualmente. Mas pense bem, pois ir para esta ou aquela profissão apenas por “pagar bem” é um pensamento ilusório, que pode as vezes funcionar porém ainda não irá suprir o que você realmente deseja (é, um pouco piegas, mas é verdade)

Abraços

.